Netflix cancelada? Entenda o porque da #cancelnetflix

A plataforma de streaming foi acusada de sexualizar o corpo de meninas de 11 anos.




Na última quinta-feira, 10, a #cancelnetflix ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. Isso tudo por conta do lançamento do seu novo filme, intitulado “Cuties”. Nos comentários a Netflix estava sendo acusada de sexualizar o corpo de meninas de 11 anos.

Confira alguns twitters:

https://twitter.com/analisafatica/status/1304386375433834496

Mas a treta começou a mais tempo. Em agosto, a plataforma de streaming divulgou uma imagem em que as protagonistas, que interpretam dançarinas, aparecem em poses sexualizadas. Junto com a imagem, a sinopse afirmava que a personagem Amy entrava “em contato com a feminilidade” dela.

A imagem, espalhada antes da estreia, serviu para movimentar petições exigindo o boicote de Mignonnes e o cancelamento da Netlix. No dia 20 de agosto a plataforma substituiu o pôster e pediu desculpas pela arte “inapropriada”.

Compare os pôsters:

Entretanto, após o lançamento do filme, que aconteceu na última quarta-feira, 09, a plataforma voltou a ser alvo de críticas e a #cancelnetflix ficou entre os assuntos mais comentados do twitter.

Cuties

O filme foi lançado no festival Sundance esse ano e rendeu um prêmio à diretora Maïmouna Doucou. Originalmente intitulado de Mignonnes, o longa é sobre Amy, uma jovem senegalesa-muçulmana que fica fascinada com o grupo de dança de crianças de sua nova cidade.

A protagonista tenta ao máximo se encaixar no grupo de dança que conheceu a partir de sua vizinha Anjelica. A menina luta contra as regras conservadoras da sua família por meio da dança.

Críticas internacionais classificaram o filme como o oposto de uma “sexualização infantil”, já que, segundo o site The Spoon, a produção “tenta achar liberdade para garotas (…) e cutuca de modo desconfortável a sexualização de meninas” – ou seja, o filme usa da suposta sexualização das crianças para causar o incômodo no telespectador de forma proposital.

No entanto, quando a equipe de marketing da Netflix foi adaptá-lo para o serviço de streaming, mudaram a descrição e o pôster.

Até o momento a Netflix ainda não se manisfestou se vai ou não retirar o filme do catálogo.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Saulo Mota
Carregar Mais Em Filmes

Sobre Saulo Mota

Jornalista em construção, apaixonado pelas palavras e pelo seu país Cariri. Viciado em séries e filmes da década de 90. Aspirante a músico, designer, fotógrafo e ainda com tempo para sonhar.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.